Orçamento

Com o que se gasta. Serviços dos Jogos: despesas operacionais dos eventos esportivos. Alimentação: 4 milhões de refeições para atletas, força de trabalho e voluntários. Credenciamento: atletas, delegações, família olímpica e paralímpica, mídia, força de trabalho e voluntários. Seleção e treinamento: 7000 funcionários, 70 mil voluntários. Serviços médicos, segurança, limpeza, operações logísticas, uniformes e gestão operacional para instalações de competição e não competição. Tecnologia – despesas com sistemas e equipamentos. Resultados oficiais – sistema ATOS e Omega. 7 mil pontos de acesso Wi-fi e 16 mil aparelhos celulares. Infraestrutura para transmissão. Telecomunicações, servidores, softwares, segurança dos sistemas. Telões e placares eletrônicos. Esportes e cerimônias – despesas de produção das competições e cerimônias. 832 eventos esportivos olímpicos e paraolímpicos 1 milhão de equipamentos esportivos. 4 grandes cerimônias. Acomodações – despesas com hotéis e vilas. 10 mil atletas + 3 mil oficiais + 25 mil jornalistas. 34 mil quartos: usufruto da vila olímpica e paralímpica, móveis, utensílios, eletroeletrônicos, hotéis das federações internacionais. Transporte – despesas com deslocamentos do evento. 5000 veículos + 2000 ônibus – gratuidade dos serviços públicos de transporte para atletas, família olímpica e paralímpica e força de trabalho. 4500 motoristas terceirizados + voluntários. Mais de 26 quilômetros rodados durante os jogos.