Canoagem Velocidade

Disciplina da Canoagem presente há mais tempo no programa olímpico, a Canoagem Velocidade teve suas primeiras competições na metade do século XIX. A primeira organização a realizar disputas foi o Royal Canoe Club, fundada em 1866 na Inglaterra, sendo seguida pelo surgimento do New York Canoe Club, em 1871. Por volta de 1890, o esporte já era amplamente difundido por toda a Europa.

Em 1924, a Canoagem Velocidade dava dois passos importantes para se popularizar ainda mais: a fundação de sua federação internacional e a inclusão como esporte de demonstração no programa dos Jogos Olímpicos daquele mesmo ano, em Paris.

A entrada oficial aconteceu somente três edições depois, em Berlim 1936, com nove provas só para homens. As disputas femininas começaram em 1948, nos Jogos de Londres, com apenas um evento. Hoje são oito no masculino, e quatro no feminino.

A Canoagem Velocidade é disputada em águas calmas, em percursos balizados por boias em linha reta, com 1000, 500 e 200 metros de extensão. Os eventos são diferenciados pelo número de atletas nas embarcações – uma, duas ou quatro pessoas – e pelo tipo de barco utilizado: canoas ou caiaques.

As canoas, identificadas pela letra C, são barcos abertos, nos quais os competidores se apoiam sobre um dos joelhos e usam remos que têm apenas uma pá.

Identificados pela letra K (do inglês Kaiak), os caiaques possuem um espaço para que os competidores fiquem sentados enquanto remam utilizando um remo com duas pás que tocam a água de forma alternada, uma em cada extremidade do remo.

O objetivo é simples: terminar o percurso no menor tempo possível.