Notícias

13/05/2013

Rio 2016 recebe workshops de transferência de conhecimento em Jogos Olímpicos

O conhecimento pela experiência - programa de colaboração do COI traz ao Rio importantes nomes para troca de informações

Enviar para um amigo

Segundo Bob Martin, ícones como bandeiras e os aros olímpicos contribuem para imagens de impacto (Foto: Rio 2016/Alex Ferro)

A História contada por meio das vozes de quem viveu na pele o desafio de organizar, documentar e transmitir o maior evento esportivo do mundo para diferentes cantos do globo. Como parte do programa de transferência de conhecimento do Comitê Olímpico Internacional (COI), importantes profissionais das mais variadas áreas de expertise realizam workshops para as áreas funcionais do Comitê Rio 2016.

Entre os dias 7 e 8 de maio, por exemplo, o workshop Photo Opportunity trouxe ao Rio o premiado fotógrafo esportivo Bob Martin, que soma aos mais de 20 anos de experiência retratando grandes momentos do esporte a vivência como coordenador das operações de fotografia de Londres 2012. Entre as diversas técnicas ensinadas pelo fotógrafo na ocasião, o símbolo dos Jogos Olímpicos foi lembrado como um dos elementos de maior impacto.

“Imagens dos aros e bandeiras olímpicas sempre contribuem para fotos poderosas. Uma coisa importante para ter em mente é que, em eventos deste porte, a foto precisa retratar, por si só, aquele momento”, comentou Martin.

Para cada evento, o COI identifica consultores que já adquiriram o conhecimento específico em outras edições dos Jogos Olímpicos. Até hoje, o comitê já recebeu workshops em diversos temas, como sustentabilidade, energia, instalações, tecnologia, esportes, transporte, doping e serviços médicos, recursos humanos, entre outros.

Sobre o OGKM

Criado durante a preparação para os Jogos Sydney 2000, o Olympic Games Knowledge Management (OGKM) é uma iniciativa do Comitê Olímpico Internacional, que proporciona uma plataforma integrada de serviços e documentos para auxiliar organizadores em seus preparativos para os Jogos. Além dos workshops, outras ferramentas de colaboração entre organizadores também são oferecidas, como o programa de observadores e eventos de lições aprendidas de eventos anteriores.

“É uma oportunidade de preservar e disseminar o conhecimento adquirido a partir da experiência dos comitês organizadores de cada cidade-sede. Enquanto aprendemos com aqueles que já viveram este momento, estamos também nos preparando para transmitir o nosso conhecimento para os futuros organizadores”, conta José Arthur Peixoto, especialista da área de gestão do conhecimento e informação do Comitê Rio 2016.
 

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ