Notícias

29/06/2014

Campeonato Mundial de Goalball classificará seis equipes para os Jogos Rio 2016

Vinte e oito seleções participam da competição, que é realizada até sábado em Espoo, na Finlândia

Enviar para um amigo

Campeã Paralímpica nos Jogos Londres 2012, a seleção feminina do Japão buscará a classificação antecipada aos Jogos Rio 2016 (Foto: Getty Images/Dennis Grombkoski)

Depois do voleibol sentado, que definiu na última semana os quatro primeiros classificados para os Jogos Paralímpicos Rio 2016, chegou a vez do goalball. As seis seleções - três masculinas e três femininas - melhor colocadas no Campeonato Mundial, disputado entre esta segunda-feira (30) e sábado (5), em Espoo, na Finlândia, serão as primeiras representantes do esporte classificadas para os Jogos Rio 2016. O Brasil participa da competição nos dois gêneros, mas já tem vaga garantida como país-sede.

Na cidade finlandesa, a Lituânia, no masculino, e a China, no feminino, defenderão os títulos conquistados na última edição da competição, realizada em 2010, em Sheffield, na Inglaterra. Nos Jogos Paralímpicos Londres 2012, o Japão levou o ouro entre as mulheres, enquanto a Finlândia subiu ao topo do pódio no torneio masculino.

Jogando em casa, a seleção masculina da Finlândia, campeã Paralímpica também nos Jogos Atlanta 1996, é uma das favoritas à classificação. Um dos destaques da campanha finlandesa na capital inglesa, Erkki Miinala coloca a conquista da vaga para os Jogos Rio 2016 como a principal prioridade do time no Campeonato Mundial.

“A vaga nos Jogos Rio 2016 é o maior objetivo que temos jogando em casa no Campeonato Mundial. Será muito importante se não precisarmos nos preocupar com a classificação nas competições de 2015”, diz o finlandês, que marcou um gol na vitória por 8 a 1 sobre o Brasil na final dos Jogos Londres 2012.

Integrante da seleção iraniana, que disputou as duas últimas edições dos Jogos Paralímpicos, Seyed Sayahi, de 28 anos, aponta dificuldades na disputa pela vaga, mas destaca os benefícios que a classificação antecipada trariam ao time asiático.

“Todos os times são fortes e eu destacaria República Tcheca, Espanha e Lituânia como nossos principais adversários. Garantir logo nossa vaga nos Jogos Rio 2016 seria muito importante. Com a classificação antecipada, teríamos bastante tempo para nos preparar e a equipe ganharia muita confiança”, acredita o atleta iraniano.

Iraniano Seyed Sayahi aponta República Tcheca, Espanha e Lituânia como candidatas à classificação (Foto: Getty Images/Scott Heavey)

Atual vice-campeã europeia no feminino, a seleção da Turquia se credencia como uma das candidatas a lutar pelas vagas nos Jogos Rio 2016. Para Gülşah Aktürk, o longo e intenso período de preparação dá à equipe muita confiança em um bom resultado.

“Depois do vice-campeonato europeu, no fim de 2013, fizemos séries mensais de 20 dias de treinamento na Turquia e conseguimos bons resultados em torneios na Suécia e na Polônia. Estamos totalmente preparadas para o Campeonato Mundial, queremos muito garantir nossa ida ao Rio e tenho certeza que iremos conseguir", diz Gülşah Aktürk.

"Os jogos da primeira fase serão os mais difíceis. Se passarmos à segunda fase, teremos boas chances. Garantir nossa classificação com tanta antecedência seria ótimo, pois poderíamos nos concentrar inteiramente nos Jogos Paralímpicos pelos próximos dois anos”, completa a atleta turca, que marcou um gol na campanha do título europeu de 2009.

Remanescente da equipe feminina da Finlândia, que terminou em quarto lugar nos Jogos Paralímpicos Londres 2012, Kaisu Hynninen resume a emoção de poder lutar pela vaga para os Jogos Rio 2016 dentro de seu próprio país.

“Temos a chance de alcançar dois objetivos de uma só vez: ganhar uma medalha no Campeonato Mundial e garantir nossa presença nos Jogos do Rio. Essas são as nossas metas”, afirma a finlandesa.

O Campeonato Mundial de Goalball conta com a participação de 16 equipes masculinas, que são divididas em dois grupos. No A, estão Argélia, República Tcheca, Finlândia, Alemanha, Irã, Espanha, Ucrânia e Estados Unidos. Na chave B, disputam Bélgica, Canadá, China, Egito, Japão, Lituânia, Turquia e Brasil, já garantido nos Jogos Rio 2016 como país-sede.

No feminino, são 12 equipes na disputa. No Grupo X, estão Finlândia, Alemanha, Japão, Rússia, Turquia e Estados Unidos. A chave Y é composta por China, Israel, Suécia, Ucrânia, Austrália e o já classificado Brasil.

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ